Blog...Þarte ðe M¡m


MULHER, SUBSTANTIVO FEMININO

 

 

 

           Mulher, substantivo feminino, mas nem por isso um objeto.

            Mulher, a companheira discreta sempre atenta ao seu homem.

            Mulher, a incentivadora, apaziguadora e até mesmo sofredora.

            Não é mole não ser mulher em um mundo de machos cruéis;

            E mesmo sendo em maior número que eles, desde pequena,

            Sofre a perseguição dos pais e de governos, apenas por ser mulher.

            E ela sobrevive às humilhações, às obediências, às regras, as leis,

            Feitas por aqueles que nunca souberam conhecer uma mulher.

            A mulher do Ocidente já conquistou o seu espaço no mundo,

            Participa de decisões, faz marchas, faz campanhas, luta.

            A mulher hoje não é somente uma dona-de-casa ingênua,

            Que passa o dia debruçada no muro com a vizinha; cansou.

            E cansada foi à labuta, trabalha fora, fez e faz faculdade.

            Mulher quando trabalhava tinha que ser enfermeira ou professora,

            Hoje é motorista, é maquinista, é taxista, é médica, é cientista;

            Ela é ascensorista, é balconista, advogada, jurista, executiva.

            Mulher que é militar, que é astronauta, que joga futebol,

            Que apita partidas, que é esportista e como tal é recordista.

            Mulher, a beleza viva presente mesmo nas que acham feias;

            Mulher faladeira, consoladora, mas paciente que sabe ouvir.

            Mulher psicóloga, escritora, criatura divina e perfeita,

            Que o homem ainda não aprendeu a admirar como devia.

            Mulher, a esposa dedicada e trabalhadora, que chega em casa,

            Que busca criança, e ainda tem força para fazer o jantar.

            Mulher, capaz de fazer mil coisas ao mesmo tempo,

            Que mostra todo seu talento, que põe roupa na lavadora,

            Que passa um pano no chão, cuida do cachorro e do passarinho,

            Limpa banheiro, faz de tudo com devoção, cuida do ninho.

            Vê televisão, afinal ninguém é de ferro, vê novela com emoção.

            Dorme cedo e se levanta geralmente antes do homem,

            Que quando acorda o café já está pronto, o leite fervido,

            Os filhos prontos para irem à escola e aí vai cuidar de si.

            Fica por último, e talvez isso seja o que a deixa tão bela.

            Mulher, substantivo feminino que nem precisa de plural,

            Pois conhecendo-se uma conhece-se todas as outras.

            Não é fácil se mulher e mulher não leva vida fácil não.

            Mulher, fortaleza delicada, linda e perfumada como a flor.

            Mulher, de cujos olhos uma luz luminosa oferece amor.

            Mulher que deseja, que anseia por um mundo melhor,

            Mulher que corre, que tem pressa de chegar a algum lugar,

            Mas tem o dom da espera, o carinho e a ansiedade,

            De ver um filho chegar, se for menina, quem sabe? Tomar o seu lugar.

            Mulher, fiel escudeira de seu cavaleiro errante,

Mulher que sente as dores do parto para cumprir a sua função.

Dar vida a outro ser, ver um filho nascer, ser mãe, eis a questão.

 

 

 

Ivan Jubert Guimarães

08/03/2008



Postado por: Þarte ðe M¡m às 14h39
| envie esta mensagem



Dia Internacional da MUlher...08 de março ...



Mulher guerreira...
Forte...
Batalhadora...
Mulher que cuida dos filhos, do homem que ama...
Mulher familia...



Mulher que dá a luz
Que chora...
Que acalenta
Amamenta...



Mulher...
Hoje é teu dia...



Minha homenagem hoje é para uma mulher menina...
Especial...guerreira e batalhadora...
Feliz Dia Duplo...



E meu beijo a todas as mulheres...

 

As minhas amigas...

As minhas duas filhas que amo demais...

 

Ana...

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 14h27
| envie esta mensagem



Horas Rubras

 


Horas profundas, lentas e caladas
Feitas de beijos sensuais e ardentes,
De noites de volúpia, noites quentes
Onde há risos de virgens desmaiadas…

 

Ouço as olaias rindo desgrenhadas…
Tombam astros em fogo, astros dementes.
E do luar os beijos languescentes
São pedaços de prata p'las estradas…

 

Os meus lábios são brancos como lagos…
Os meus braços são leves como afagos,
Vestiu-os o luar de sedas puras…

 

Sou chama e neve branca misteriosa…
E sou talvez, na noite voluptuosa,
Ó meu Poeta, o beijo que procuras!

 

FLORBELA ESPANCA



Postado por: Þarte ðe M¡m às 10h14
| envie esta mensagem



Bom dia...



Postado por: Þarte ðe M¡m às 10h06
| envie esta mensagem



Toque...



Postado por: Þarte ðe M¡m às 06h32
| envie esta mensagem


.:: Blog...Þarte ðe M¡m ::.

 





UOL


.::Sonhando::.


Þarte ðe M¡m
Ana €!¡sa

Uma parte de mim debruça na janela
Contempla as estrelas
Sonha de olhos abertos
Espera encantada a manhã chegar.

A outra parte deita na cama à tua espera...
Desmancha os lençóis
Sussurra desejos
Invade teu sono.

Uma metade de mim suspira pelos cantos...
A outra, se perde no teu corpo
Uma...se joga e enlaça tua pele...
Carente e docemente sensual
A outra...Pula no teu pescoço...
Lambe teu tórax...
Expõe as vontades.

Uma metade de mim viaja enlevada pela luz da lua
A outra, faz da lua, cúmplice dos pecados.

Parte de mim...sedutora e atrevida
Murmura vulgaridades
Se submete aos teus caprichos de amante.
A outra parte perde o sono...
Para ficar te olhando dormir.

Metade de mim fecha os olhos e sonha teus beijos
Sonha amor e paixão
A outra metade...procura tua boca
Suga tua língua
Satisfaz teu tesão.

Parte de mim...te ama
A outra parte...
Ah!! Essa te ama mais ainda.






.::Traduzir-se::.




Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta
outra parte
se espanta

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte??
será arte??





.:: Histórico ::.

10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007



Não quero outro olhar
nem outra boca
muito menos outro beijo
também não quero outra mão
outra carícia
minha saudade é específica..
. quero você, meu desejo...



.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Simples Ana
Olhando Estrelas
ð¡n
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†

"Adoro aquela indecisão
deliciosa
que teu corpo fica...
no vai e vem
vem e vai
vai
vem
ai, fica..."

Ana €!¡sa





.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog


...meu destino é ser tua
hoje eu sei disso...
descobri
no exato momento
do teu toque...




.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar










"...ontem à noite
sonhei de corpo inteiro
– acordei com teu cheiro"

Alonso Alvarez

 



...hoje eu só precisava sentir teu hálito na minha nuca
sentir tuas mãos possessivas querendo meu corpo
tua tempestuosidade atingir minhas vontades
sentir tua boca percorrer o caminho que é teu...
pois eu sou feita de partes e cada parte de mim é feita para você...

Þarte ðe M¡m




...Você é um amor para recordar
Para reencontrar...
Em qualquer tempo
Em qualquer lugar...



.:: Meu e-mail ::.


E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
Þarte ðe m¡m








Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond




"A mesma chama que o vento apaga
volta a se acender pela carícia do sopro suave
porque não há um orgasmo que
ponha fim ao desejo"

Bachelard




eu quero sentir o gosto dos seus lábios
e guardar o sabor desse sonho
eu quero mergulhar nos seus olhos
e beber cada gota desse olhar
eu quero sentir a sua pele
e tocar na sua alma
eu quero parar de escrever
e viver
...da...




Despe-me
ou deixa que eu me dispa
e depois veste-me
pouco a pouco
de carícias...
...ad...




''Sou mansa...
entretanto minha ânsia de viver é feroz''

Clarice Lispector



Segunda, me inflamo.
Terça, te amo..
Quarta, te vejo..
Quinta, te desejo..
Sexta, te quero..
Sábado, te espero..
Domingo, te sonho..

.......

E quando longe de ti,.
só para ti, componho..

J.G de Araújo Jorge





Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

Sophia de Mello Breyner Andresen




 



..ahhh, sofreguidão que você me deixa quando me toma nos braços...
enlaça minha pele de uma maneira única...
marca e deixa vestígios imensuráveis...
aperta e prende...
abraça e beija o intimo desejo de nós dois...
e, assim lânguida me disponho em tuas mãos...
presa inconfessável nesse sonho infindo...

Þarte ðe M¡m