Blog...Þarte ðe M¡m


Feliz Páscoa...

Feliz Páscoa...

Beijo



Postado por: Þarte ðe M¡m às 12h09
| envie esta mensagem



A Aurora que me adivinha

 

Nesse teu olhar de peregrino,
Que te dá um jeito tão divino,
Escondes o azul que me enleia,
És meu oceano e eu, tua sereia.

 

Amo-te assim e tanto e tudo
Meu insaciável furacão,
Com o mesmo amor mudo
Que um poeta ama a paixão.

 

Mar revolto ou férreo deserto,
Salva-me teu corpo em alívio,
Me perfuma teu odor aberto,
Ora de enigma, ora de fascínio.

 

Assim como queima o incenso,
Tal é o desejo que me arde,
És o deus do meu anseio intenso,
Que me toma e doma sem alarde.

 

Ah! Essa tortura... minha delícia...
Que tão suave mas tão forte,
Fazes renascer na tua carícia,
Minh'alma tantas vezes à morte.

 

Teus meandros amorosos...
Tua pele, tuas mãos nervosas...
Com movimentos langorosos,
Compõem-me em notas maviosas.

 

Muitas vezes me tens perdida,
Na tua sanha misteriosa,
São teus beijos... ou mordidas,
Que me colhem tensa rosa.

 

Adivinhas-me tua amante...
Com risos, desse meu sem jeito,
Mas pousas, logo, num instante,
Lábios e mãos sobre meu peito.

 

Serena, tal lua em céu bordado,
Sob teus suspiros e gemidos,
Meu grito em lume arrebatado,
Ecoa em silêncios consumidos.

 

Minha sede em ti se sacia,
Minha alma em ti se revigora,
Das minhas noites de agonia,
Tu és a luz da minha aurora.

 

 

Lavas adormecidas


Quando me tomaste em teus desejos
Meu corpo fremiu em lânguido ardor
Fui chama acesa por teu ardor
Em arrepios de doces lampejos

 

No delírio ávido das quenturas
Como sol em areias escaldantes
Milhões de toques alucinantes
Nos deram o céu das aventuras

 

Unidos e de pulsares tão cheios
Entregues a tórridas carícias
Cavalgamos belos  alazões

 

Saciados todos nossos anseios
Corpos quentes  de tantas malícias
Adormecem lavas sob vulcões

 

Lizete Abrahão

http://www.zeliars01.hpg.ig.com.br/lizete/lizete_abrahao.htm



Postado por: Þarte ðe M¡m às 15h57
| envie esta mensagem



 Através Da Vidraça

Victor & Leo

        Fauze/jamil/alvaro Troni 

 


Porque é que não vê
Esses raios de luz
Entre as árvores mortas?
Como não pode ouvir
Essa voz que te chama
Por detrás dessa porta?

 

Como não pode ver
A beleza da flor
Através da vidraça?
E não pode entender
Meu amor nunca passa

 

Porque você
Não me diz que me ama?

 

Porque não vê
Que o meu corpo te chama?

http://www.nuaideia.com/sert/vitor_leo/atraves_da_vidraca_NI.mid



Postado por: Þarte ðe M¡m às 15h07
| envie esta mensagem


.:: Blog...Þarte ðe M¡m ::.

 





UOL


.::Sonhando::.


Þarte ðe M¡m
Ana €!¡sa

Uma parte de mim debruça na janela
Contempla as estrelas
Sonha de olhos abertos
Espera encantada a manhã chegar.

A outra parte deita na cama à tua espera...
Desmancha os lençóis
Sussurra desejos
Invade teu sono.

Uma metade de mim suspira pelos cantos...
A outra, se perde no teu corpo
Uma...se joga e enlaça tua pele...
Carente e docemente sensual
A outra...Pula no teu pescoço...
Lambe teu tórax...
Expõe as vontades.

Uma metade de mim viaja enlevada pela luz da lua
A outra, faz da lua, cúmplice dos pecados.

Parte de mim...sedutora e atrevida
Murmura vulgaridades
Se submete aos teus caprichos de amante.
A outra parte perde o sono...
Para ficar te olhando dormir.

Metade de mim fecha os olhos e sonha teus beijos
Sonha amor e paixão
A outra metade...procura tua boca
Suga tua língua
Satisfaz teu tesão.

Parte de mim...te ama
A outra parte...
Ah!! Essa te ama mais ainda.






.::Traduzir-se::.




Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta
outra parte
se espanta

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte??
será arte??





.:: Histórico ::.

10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007



Não quero outro olhar
nem outra boca
muito menos outro beijo
também não quero outra mão
outra carícia
minha saudade é específica..
. quero você, meu desejo...



.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Simples Ana
Olhando Estrelas
ð¡n
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†

"Adoro aquela indecisão
deliciosa
que teu corpo fica...
no vai e vem
vem e vai
vai
vem
ai, fica..."

Ana €!¡sa





.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog


...meu destino é ser tua
hoje eu sei disso...
descobri
no exato momento
do teu toque...




.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar










"...ontem à noite
sonhei de corpo inteiro
– acordei com teu cheiro"

Alonso Alvarez

 



...hoje eu só precisava sentir teu hálito na minha nuca
sentir tuas mãos possessivas querendo meu corpo
tua tempestuosidade atingir minhas vontades
sentir tua boca percorrer o caminho que é teu...
pois eu sou feita de partes e cada parte de mim é feita para você...

Þarte ðe M¡m




...Você é um amor para recordar
Para reencontrar...
Em qualquer tempo
Em qualquer lugar...



.:: Meu e-mail ::.


E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
Þarte ðe m¡m








Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond




"A mesma chama que o vento apaga
volta a se acender pela carícia do sopro suave
porque não há um orgasmo que
ponha fim ao desejo"

Bachelard




eu quero sentir o gosto dos seus lábios
e guardar o sabor desse sonho
eu quero mergulhar nos seus olhos
e beber cada gota desse olhar
eu quero sentir a sua pele
e tocar na sua alma
eu quero parar de escrever
e viver
...da...




Despe-me
ou deixa que eu me dispa
e depois veste-me
pouco a pouco
de carícias...
...ad...




''Sou mansa...
entretanto minha ânsia de viver é feroz''

Clarice Lispector



Segunda, me inflamo.
Terça, te amo..
Quarta, te vejo..
Quinta, te desejo..
Sexta, te quero..
Sábado, te espero..
Domingo, te sonho..

.......

E quando longe de ti,.
só para ti, componho..

J.G de Araújo Jorge





Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

Sophia de Mello Breyner Andresen




 



..ahhh, sofreguidão que você me deixa quando me toma nos braços...
enlaça minha pele de uma maneira única...
marca e deixa vestígios imensuráveis...
aperta e prende...
abraça e beija o intimo desejo de nós dois...
e, assim lânguida me disponho em tuas mãos...
presa inconfessável nesse sonho infindo...

Þarte ðe M¡m