Blog...Þarte ðe M¡m


NO RETURN

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 17h22
| envie esta mensagem



Eu abençôo você



"...Quando alguém real chegar para ficar,
Ele terá que amar-me e, amando-me, enfim,
Sem saber ele estará amando também a outra metade,
Que leva o seu nome ... que já faz parte de mim!!..."


Fátima Irene Pinto



Postado por: Þarte ðe M¡m às 17h07
| envie esta mensagem



 

Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios



Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador



Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos



Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor...
Que és feliz!!

 

Charles Chaplin



Postado por: Þarte ðe M¡m às 16h46
| envie esta mensagem



 

"...Þarte ðe m¡m não existe sem parte de você..."



Postado por: Þarte ðe M¡m às 16h23
| envie esta mensagem



" Eu te amo, a perder de vista!!

Mário Quintana

 

 

eu tbm, viu??rss

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h21
| envie esta mensagem



Palavras??

 

nenhuma...



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h13
| envie esta mensagem



"...Eu gosto do claro...
Quando é claro que você me ama.
Eu gosto do escuro...
No escuro com você na cama..."



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h01
| envie esta mensagem



Para te esperar

 

"Não lavei os seios
pois tinham o calor
da tua mão.
Não lavei as mãos
pois tinham os sons
do teu corpo.
Não lavei o corpo
pois tinha os rastros
dos teus gestos;
tinha também, o meu corpo,
a sagrada profanação
do teu olhar
que não lavei.
Nem aqueles lençóis,
não os lavei,
nem os espelhos,
que continuam
onde sempre estiveram:
porque eles nos viram
cúmplices, e a paixão,
no paraíso,
parece que era.
Lavei, sim,
lavei e perfumei
a alma, em jasmim,
que é tua, só tua,
para te esperar
como se nunca tivesses ido
a nenhum lugar:
donde apaguei
todas as ausências
que apaguei
ao teu olhar."

 

Soares Feitosa

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 13h42
| envie esta mensagem



 

"...Todas as noites
Nas horas doces em que me abandono
Como a espera do sono
Em minha estranha liturgia
Tomo-te entre os meus braços, triunfante
E penso tudo o que desejo e quero
Se fores só pra mim um dia..."

 

J.G de Araujo Jorge



Postado por: Þarte ðe M¡m às 13h41
| envie esta mensagem



 

...te esperando com mel e dedos...



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h59
| envie esta mensagem



Carícia dos dedos

 

Doce carícia dos teus dedos
longos, nervosos, de faiança!
As tuas mãos são meus brinquedos,
são meus brinquedos de criança. . .
Doce carícia dos teus dedos
que meu beijo procura e só meu sonho alcança!

 

Dedos afeitos ao carinho
suave das cordas harmoniosas;
a abrir missais de pergaminho,
martirizar lírios e rosas. . .
Dedos afeitos ao carinho
de tudo o que produz perturbações nervosas!

 

Dedos repletos de malícia,
de um sentimentalismo agudo;
acostumados à carícia
das almofadas de veludo. . .
Dedos repletos de malícia,
que podem quase nada e que conseguem tudo!

 

Dedos de luz, que até parece
que de um vitral alguma santa
deixou cair durante a prece. . .
No piano têm tanta alma, tanta
- dedos de luz! -, que até parece
que é o teclado que toca e é tua mão que canta!

 

Desses teus dedos fiz, um dia,
os cinco tubos de uma avena:
e eram tão cheios de harmonia,
que da excitante cantilena
desses teus dedos fiz, um dia,
essa alma musical que há em minha alma terrena.

 

Teus cinco dedos me provocam
o olhar, os lábios, os ouvidos
as mãos, o olfato. . . E se me tocam,
intencionais ou distraídos,
teus cinco dedos me provocam
a melhor sensação dos meus cinco sentidos!

 

Guilherme de Almeida



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h55
| envie esta mensagem



 

A noite não quer vir
Para que tu não venhas,
Nem eu possa ir.
... Mas tu virás
Com a língua queimada pela chuva de sal...

 

G. Garcia Lorca



Postado por: Þarte ðe M¡m às 16h36
| envie esta mensagem



Esta manhã encontrei o teu nome nos meus sonhos
e o teu perfume a transpirar na minha pele.
E o corpo doeu-me onde antes os teus dedos foram aves
de verão e a tua boca deixou um rasto de canções...

 

Maria do Rosário Pedreira



Postado por: Þarte ðe M¡m às 16h34
| envie esta mensagem



Hilda Hist

 

Atada a múltiplas cordas
Vou caminhando tuas costas...
Busco tua boca...
Te fechas, teia de sombras
Meu Deus, te guardas.
A quem te procura, calas.
A mim que pergunto escondes
Tua casa e tuas estradas.
Depois trituras. Corpo de amantes
E amadas.

 

E buscas
A quem nunca te procura.

 

 

 

Amado e senhor meu: Perguntei a mim mesma
O que te faz aos meus olhos desejado.
... Será a mulher, a que te tem guardado
Em vigia constante como a um deus,
Que faz com que eu te sinta o mais amado?
E sonâmbulo meu anjo respondeu:

 

- Ai de ti, a de sonhos exaltados.



Postado por: Þarte ðe M¡m às 16h20
| envie esta mensagem



Olavo Bilac

 

“... Diz tua boca: "Vem!"
"Inda mais!", diz a minha, a soluçar... Exclama
Todo o meu corpo que o teu corpo chama:
"Morde também!"
Ai! morde! que doce é a dor
Que me entra as carnes, e as tortura!
Beija mais! morde mais! que eu morra de ventura,
Morta por teu amor!”



Postado por: Þarte ðe M¡m às 09h03
| envie esta mensagem



És parte de mim

 

Onde estiveres, eu estou
Onde tu fores, eu vou
Se tu quiseres...assim,
Meu corpo é o teu mundo,
Um beijo um segundo,
És parte de mim.

 

Para onde olhares, eu corro,
Se me faltares, eu morro
Quando vieres, distante
Solto as amarras, tocam guitarras por ti como dantes.

 

Agarra-me esta noite,
Sente tempo que eu perdi,
Agarra-me esta noite,
Que amanha nao estou aqui,
Agarra-me esta noite,
Sente tempo que eu perdi,
Agarra-me esta noite,
Que amanha nao estou aqui

 

 Pedro Abrunhosa



Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h59
| envie esta mensagem



Pablo Neruda

 

Depois de tudo te amarei
Como se fosse sempre antes
Como se de tanto esperar
Sem que te visse nem chegasses
Estivesses eternamente
Respirando perto de mim



Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h58
| envie esta mensagem



...nem tente me acordar...rss

sonhando você...

 

 

 

 

“Num deserto de almas também desertas, uma alma especial reconhece de imediato a outra.”


Caio Fernando Abreu



Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h53
| envie esta mensagem


.:: Blog...Þarte ðe M¡m ::.

 





UOL


.::Sonhando::.


Þarte ðe M¡m
Ana €!¡sa

Uma parte de mim debruça na janela
Contempla as estrelas
Sonha de olhos abertos
Espera encantada a manhã chegar.

A outra parte deita na cama à tua espera...
Desmancha os lençóis
Sussurra desejos
Invade teu sono.

Uma metade de mim suspira pelos cantos...
A outra, se perde no teu corpo
Uma...se joga e enlaça tua pele...
Carente e docemente sensual
A outra...Pula no teu pescoço...
Lambe teu tórax...
Expõe as vontades.

Uma metade de mim viaja enlevada pela luz da lua
A outra, faz da lua, cúmplice dos pecados.

Parte de mim...sedutora e atrevida
Murmura vulgaridades
Se submete aos teus caprichos de amante.
A outra parte perde o sono...
Para ficar te olhando dormir.

Metade de mim fecha os olhos e sonha teus beijos
Sonha amor e paixão
A outra metade...procura tua boca
Suga tua língua
Satisfaz teu tesão.

Parte de mim...te ama
A outra parte...
Ah!! Essa te ama mais ainda.






.::Traduzir-se::.




Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta
outra parte
se espanta

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte??
será arte??





.:: Histórico ::.

10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007



Não quero outro olhar
nem outra boca
muito menos outro beijo
também não quero outra mão
outra carícia
minha saudade é específica..
. quero você, meu desejo...



.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Simples Ana
Olhando Estrelas
ð¡n
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†

"Adoro aquela indecisão
deliciosa
que teu corpo fica...
no vai e vem
vem e vai
vai
vem
ai, fica..."

Ana €!¡sa





.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog


...meu destino é ser tua
hoje eu sei disso...
descobri
no exato momento
do teu toque...




.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar










"...ontem à noite
sonhei de corpo inteiro
– acordei com teu cheiro"

Alonso Alvarez

 



...hoje eu só precisava sentir teu hálito na minha nuca
sentir tuas mãos possessivas querendo meu corpo
tua tempestuosidade atingir minhas vontades
sentir tua boca percorrer o caminho que é teu...
pois eu sou feita de partes e cada parte de mim é feita para você...

Þarte ðe M¡m




...Você é um amor para recordar
Para reencontrar...
Em qualquer tempo
Em qualquer lugar...



.:: Meu e-mail ::.


E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
Þarte ðe m¡m








Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond




"A mesma chama que o vento apaga
volta a se acender pela carícia do sopro suave
porque não há um orgasmo que
ponha fim ao desejo"

Bachelard




eu quero sentir o gosto dos seus lábios
e guardar o sabor desse sonho
eu quero mergulhar nos seus olhos
e beber cada gota desse olhar
eu quero sentir a sua pele
e tocar na sua alma
eu quero parar de escrever
e viver
...da...




Despe-me
ou deixa que eu me dispa
e depois veste-me
pouco a pouco
de carícias...
...ad...




''Sou mansa...
entretanto minha ânsia de viver é feroz''

Clarice Lispector



Segunda, me inflamo.
Terça, te amo..
Quarta, te vejo..
Quinta, te desejo..
Sexta, te quero..
Sábado, te espero..
Domingo, te sonho..

.......

E quando longe de ti,.
só para ti, componho..

J.G de Araújo Jorge





Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

Sophia de Mello Breyner Andresen




 



..ahhh, sofreguidão que você me deixa quando me toma nos braços...
enlaça minha pele de uma maneira única...
marca e deixa vestígios imensuráveis...
aperta e prende...
abraça e beija o intimo desejo de nós dois...
e, assim lânguida me disponho em tuas mãos...
presa inconfessável nesse sonho infindo...

Þarte ðe M¡m