Blog...Þarte ðe M¡m


 

...quando minhas mãos tocam tua pele, os arrepios em mim são indescritíveis...

 

e meus dedos passeiam livremente no teu corpo tão meu, descobrindo sempre algum ponto secreto...

 

e deixo que nossos desejos falem por nós nessa amplitude de segredos que temos...

 

e, você me toma nos braços e eu sucumbo e me deixo tua...

 

nossas peles tornam-se liquídos e pressa...

 

e minhas mãos...ah!! dedos incapazes de escrever  e descrever tanta paixão...

 

Þarte ðe M¡m



Postado por: Þarte ðe M¡m às 10h47
| envie esta mensagem



La boca de tus ojos mordiendo mi deseo

 


Te quiero
bajo esta tenue luz
que nos abraza,
con aire impregnado de brisa y verso.
Amo tu presencia inalterable
lícita y sutil,
conducida también
de un modo lujurioso
capaz de sucumbir mi resistencia.

 

Te quiero
ahora y desde el principio
en mi antes,
en fatiga de horas desquiciadas,
y tu mirada fue sosiego
como desnudo ángel en el aire.

 

Te quiero
cuando me invitas
y estremecida caigo
respirando apenas
en un resbalar
tembloroso
desde tu frente a tus pies
salvaje y vehemente.
Otras, como ciego tacto
golpeas mis sentidos
volviendo lluvia mi mirada,
mi carne se hace maleable
al querer hambriento de tus dedos,
entro con mi canto
subyugada
en la embriaguez de nuestras voces.

 

Entonces ya no hay nada
sino el mundo que se levanta
en el brillo de tus ojos,
la boca de tus ojos que muerde mi deseo
tus ojos desnudos en los ojos
de mi alma.

 

Después, siempre después,
…sobran las palabras.

 

Mentecalida



Postado por: Þarte ðe M¡m às 10h39
| envie esta mensagem



Quando eu sumir de teus olhos
procure fragmentos meus
nos rabiscos que deixei escrito...
São tantos, muitas histórias
em cada palavra um pouco de mim
Tem dores e também meus sonhos
assim como tem os seus
Tem lágrimas e alegrias
desamores e muitas decepções...
Em meus rabiscos
está cada sentimento meu
cada rabisco é um de meus dias
um momento vivido...
Cada poema, um sonho
todo meu EU.

 

Portanto, ao sentir saudades minha
leia meus rabiscos, neles me encontrará
nada copiado, cada palavra escrita
é um pedaço de mim!

 

 Joe Luigi



Postado por: Þarte ðe M¡m às 10h35
| envie esta mensagem



 

Se te pareço ausente, não creias.
Hora a hora minha dor agarra-se aos teus braços.
Hora a hora meu desejo revolve teus escombros,
e escorrem dos meus olhos mais promessas.
Não acredite neste breve sono;
não dês valor ao meu silêncio;
e se leres recados numa folha branca,
não creias também.
É preciso encostar teus lábios nos meus
lábios para ouvir.
Nem acredites se pensas que te falo palavras
São meu jeito mais secreto de calar.

 

Lya Luft



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h48
| envie esta mensagem



 

Nada
existe
de
grandioso
sem
paixão...

 

Hegel



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h44
| envie esta mensagem



Pablo Neruda

 

Se estes fossem meus últimos versos
Talvez falasse de
Meus desejos,
Falaria de segredos do por do sol.
Dos amigos que amo
E de inimigos que sem querer
Cruzaram meu caminho.
Falaria dos medos,
Das fraquezas
Das saudades que nunca revelei.
Se estes fossem meus últimos versos
Confessaria o meu amor
E morreria feliz!



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h42
| envie esta mensagem



Machado de Assis

 

A descrição da vida
não vale a sensação da vida.
É insubstituível a sensação
de amar e ser amado.

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 18h06
| envie esta mensagem



Beth Almeida

 

Linda não sou eu
linda é a vida
que vem de ti e me entorna
- e o que possuis de mim
além das bordas.

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 18h05
| envie esta mensagem



Lya Luft

Apesar do medo
escolho a ousadia.
Ao conforto das algemas, prefiro
a dura liberdade.
Vôo com meu par de asas tortas,
sem o tédio da comprovação.

 

Opto pela loucura, como um grão
de realidade:
meu ímpeto explode o ponto,
arqueia a linha, traça contornos
para os romper.

 

Desculpem, mas devo dizer:
eu
quero o delírio.

 

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 18h02
| envie esta mensagem



Carlos Drummond

 

Há vários motivos para não se amar uma pessoa e um só para amá-la.

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 18h01
| envie esta mensagem



...abandono meu corpo à tua espera...



Postado por: Þarte ðe M¡m às 15h11
| envie esta mensagem



 

 

O arrepio é quando,
por serem tão leves,
seus dedos conseguem,
em cada um dos meus poros:
soerguer uma flor.

 

Rita Apoena



Postado por: Þarte ðe M¡m às 14h15
| envie esta mensagem



Os cílios agarraram-se às pálpebras quando tentei fechar meus olhos.

Mas você assoprou e todos voaram.

De novo nasceram e de novo voaram.

Não faça mais isso!

Quem vai cortar a lágrima em fatias no dia em que você for embora?

Rita Apoena



Postado por: Þarte ðe M¡m às 14h11
| envie esta mensagem



Rita Apoena

 

 

Ela afundou o corpo nele o mais que pôde, como se assim pudesse aprisionar um instante, como se assim pudesse aprisionar o amor.

E ele, querendo as respostas que a vida não lhe entrega e que só uma mulher é capaz de abrigar dentro de si, puxou os seus quadris com a ânsia de escorregar para dentro dela e ali ficar.

Só uma fêmea é capaz de dividir-se assim ao meio: a metade de baixo a sobrepor-se forte, desfalecendo as resistências do macho e a de cima a ampará-lo doce, beijando e acarinhando os medos de um filhote.



Postado por: Þarte ðe M¡m às 14h03
| envie esta mensagem



essa moça é demais...Rita Apoena

Eu queria que seus olhos caíssem
                           no buraco negro
                                     dos meus

 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 13h58
| envie esta mensagem



"Quando as almas choram
suas lágrimas
se transformam em poemas."



Postado por: Þarte ðe M¡m às 09h25
| envie esta mensagem



La Embriagues de tu Voz

 

Háblame así, despacio
profundo en mis oídos
de allí en adelante,
llévame cosida a tu piel
llévame escondida a encender nubes rojas.

 

Déjame descubrir otra vez tu mirada
clavada en mi garganta.
Bebe mis palabras
antes que exhalen por mis dientes
quema mi piel con el tacto de tus dedos,
enloquece mis uñas y mis parpados
y deshace mi lengua con sentencias delirantes.
Hazte cargo ¡si! hazte cargo
de este cuerpo y esta sangre,
estas ansias inusuales
que giran y desatan mis sentidos.

 

Hoy estoy sin saber como
perpleja y a la vez estremecida,
hoy pienso y anhelo tus formas
tu voz , tu boca
tú aroma inconcluso.
Quiero el pensamiento que te nombra
carne, manos, tus ojos.
Te veo entre cejas,
un espasmo me sacude
enceguecida, frenética te busco
entre sombras misteriosas
mientras desaparece el crepúsculo
y se desliza sobre mi cuerpo
... el murmullo de tu voz.

 

Mentecalida



Postado por: Þarte ðe M¡m às 09h24
| envie esta mensagem



Llegas como Luz...A la Medianoche

 

No quiero más luz que la de tu cuerpo
una luz en la medianoche
un te quiero transgrediendo mi sosiego
con ahínco, vehemente.

 

No busco más que perder el equilibrio
oscilando, como un péndulo
arisco de tu mente.
Embriagarme,desdeñosa y febril
aunque no sea más que en sueños.

 

Te busco en los goces iniciados
en las caricias que no acaban
hundida en un tropel de formas
que locas cuelgan de la pared.

 

Y es entonces que te elevas
en mi oscuridad aparente
Tú, audaz y clandestino
silente de labios, lascivo,
sumerges el filo de tu mirada
donde te espero
…como si fueras un milagro.

 

Caigo cuesta abajo,
sintiéndote por dentro
abierta al preludio,
devorada por tus llamas.
Y cuando la noche se alza
me deshago en un montoncito de carne
sumisa, sutil, con mis innumerables enigmas
entregando mi cuerpo a tu cuerpo
hasta que me liberas el alma.

 

MenteCalida

 

gostei desse blog...

http://mentacalida.blogspot.com/



Postado por: Þarte ðe M¡m às 09h20
| envie esta mensagem



touch me

 

...quero apenas que você venha...

...que me consuma, que me deixe em metades e se aproveite de todas as partes de mim....

e que chegando perto, toque forte, toque possessivo, toque absoluto...

e, que algumas vezes nesses toques, estremeças...

fique rouco

sem ação...

quem sabe, emudeça...

mas sem deixar que o toque se aplaque...

continue firme o caminho pelo corpo tão próximo, tão quente e tão teu...

 

Þarte ðe M¡m 



Postado por: Þarte ðe M¡m às 10h52
| envie esta mensagem



...Você desperta em mim os desejos mais puros, os mais sensuais e mais ousados...

as vontades mais felinas de uma mulher ser e se comportar com um homem...

Com você me sinto fêmea, menina, doce, quente, puro fogo e tesão...

...com você sou apenas uma mulher feliz...

 

Þarte ðe M¡m



Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h59
| envie esta mensagem





Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h52
| envie esta mensagem



ai ai e ai....

Yeah



Ten... Kiss me on the lips
Nine... Run your fingers through my hair
Eight ...Touch me ... Slowly, slowly



Hold it! Let's go straight...To number one



Six ... Lips...
Five... Fingers
Four ...Play



... To number one



Let's go straight....To number one



One



Touch me...



Let's go straight...



One



...To number one



Lips
Fingers
Feel it?



One



Ten
Nine
Eight
Seven
Six
Five
Four
Three
Touch and go...



...To number one



Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h18
| envie esta mensagem



Guardei-me para ti como um segredo
Que eu mesma não desvendei:
Há notas nesta guitarra que não toquei,
Há praias na minha ilha que nem andei...

 

Lya Luft



Postado por: Þarte ðe M¡m às 13h55
| envie esta mensagem



 

Desperta-me de noite
o teu desejo
na vaga dos teus dedos
com que vergas
o sono em que me deito...

 

Maria Teresa Horta



Postado por: Þarte ðe M¡m às 13h50
| envie esta mensagem



A luz

 

Ela veio...( E a minha alma tinha a porta
aberta, e ela entrou...Casa vazia
e estranha, esta que em plena luz do dia
lembrava a tumba de uma noite morta...)

 

Que ela havia chegado, eu nem sabia...
Mas, pouco a pouco, e a data não importa,
minha alma, por encanto, se conforta,
e há risos pela casa...E há alegria...

 

Quem abrira as janelas? Quem levara
o fantasma da dor sempre ao meu lado?
Os antigos retratos, quem rasgara?

 

E acabei por fazer a descoberta:
- ela espantara as sombras do passado
e a luz entrara pela porta aberta!


J G de Araujo Jorge



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h53
| envie esta mensagem



Quem - estando ausente - entra no quarto
quem deita ao lado meu, quem passa
no meu coração seus lábios quentes, quem
desperta em mim as feras todas
quem me rasga e cura
quem me atrai?

 

Quem murmura na treva e acende estrelas
quem me leva em marés de sono e riso
quem invade meu dia após a noite
quem vem - estando ausente -
e nunca vai?

 

 Lya Luft



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h50
| envie esta mensagem


.:: Blog...Þarte ðe M¡m ::.

 





UOL


.::Sonhando::.


Þarte ðe M¡m
Ana €!¡sa

Uma parte de mim debruça na janela
Contempla as estrelas
Sonha de olhos abertos
Espera encantada a manhã chegar.

A outra parte deita na cama à tua espera...
Desmancha os lençóis
Sussurra desejos
Invade teu sono.

Uma metade de mim suspira pelos cantos...
A outra, se perde no teu corpo
Uma...se joga e enlaça tua pele...
Carente e docemente sensual
A outra...Pula no teu pescoço...
Lambe teu tórax...
Expõe as vontades.

Uma metade de mim viaja enlevada pela luz da lua
A outra, faz da lua, cúmplice dos pecados.

Parte de mim...sedutora e atrevida
Murmura vulgaridades
Se submete aos teus caprichos de amante.
A outra parte perde o sono...
Para ficar te olhando dormir.

Metade de mim fecha os olhos e sonha teus beijos
Sonha amor e paixão
A outra metade...procura tua boca
Suga tua língua
Satisfaz teu tesão.

Parte de mim...te ama
A outra parte...
Ah!! Essa te ama mais ainda.






.::Traduzir-se::.




Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta
outra parte
se espanta

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte??
será arte??





.:: Histórico ::.

10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007



Não quero outro olhar
nem outra boca
muito menos outro beijo
também não quero outra mão
outra carícia
minha saudade é específica..
. quero você, meu desejo...



.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Simples Ana
Olhando Estrelas
ð¡n
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†

"Adoro aquela indecisão
deliciosa
que teu corpo fica...
no vai e vem
vem e vai
vai
vem
ai, fica..."

Ana €!¡sa





.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog


...meu destino é ser tua
hoje eu sei disso...
descobri
no exato momento
do teu toque...




.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar










"...ontem à noite
sonhei de corpo inteiro
– acordei com teu cheiro"

Alonso Alvarez

 



...hoje eu só precisava sentir teu hálito na minha nuca
sentir tuas mãos possessivas querendo meu corpo
tua tempestuosidade atingir minhas vontades
sentir tua boca percorrer o caminho que é teu...
pois eu sou feita de partes e cada parte de mim é feita para você...

Þarte ðe M¡m




...Você é um amor para recordar
Para reencontrar...
Em qualquer tempo
Em qualquer lugar...



.:: Meu e-mail ::.


E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
Þarte ðe m¡m








Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond




"A mesma chama que o vento apaga
volta a se acender pela carícia do sopro suave
porque não há um orgasmo que
ponha fim ao desejo"

Bachelard




eu quero sentir o gosto dos seus lábios
e guardar o sabor desse sonho
eu quero mergulhar nos seus olhos
e beber cada gota desse olhar
eu quero sentir a sua pele
e tocar na sua alma
eu quero parar de escrever
e viver
...da...




Despe-me
ou deixa que eu me dispa
e depois veste-me
pouco a pouco
de carícias...
...ad...




''Sou mansa...
entretanto minha ânsia de viver é feroz''

Clarice Lispector



Segunda, me inflamo.
Terça, te amo..
Quarta, te vejo..
Quinta, te desejo..
Sexta, te quero..
Sábado, te espero..
Domingo, te sonho..

.......

E quando longe de ti,.
só para ti, componho..

J.G de Araújo Jorge





Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

Sophia de Mello Breyner Andresen




 



..ahhh, sofreguidão que você me deixa quando me toma nos braços...
enlaça minha pele de uma maneira única...
marca e deixa vestígios imensuráveis...
aperta e prende...
abraça e beija o intimo desejo de nós dois...
e, assim lânguida me disponho em tuas mãos...
presa inconfessável nesse sonho infindo...

Þarte ðe M¡m