Blog...Þarte ðe M¡m


El silencio de ti sentir

 
 
Quisiera decir lo que siento cuando no estas, pero solo me responde el silencio, pero no quiero dejar que se pierda este sentir... por ti
En mi soledad... cada instante sin tenerte... es la agonía de mi ser...


En cada estrella te veo
...y te encuentro en cada anochecer que precede al alba...


Escucho el sonido de tu voz... en la fresca brisa de la playa,
y cuando el aire despeina mis cabellos, siento tus manos en ellos...
Cuando la luna sale a pasear con las estrellas y cuando ella se acopla con el sol durante el eclipse... te siento


Me olvido de una vida, para vivir mi otra vida que eres tu
Sintiendo la dulzura de tus labios
Y tu respiración en mi cuello... y se me olvida pensar porque siempre estás en mi...


Me tientas, me seduces y me conduces
Me paralizas... y me haces soñar... existo como el viento acariciando tu piel y soy el aire que respiras... y las caricias sin tocarte.


Amándote... pero sin poseerme...
Me besas... sin amarme
Pero me paseo por tus labios y te amo sin remedio...


Cubriré de pétalos tu piel, y en cada uno, un beso
Los suspiros del viento, son mis silencios y tan solo dos palabras:
Te amo
 
 
¬ Elizete Pedrosa ¬


Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h32
| envie esta mensagem



Tolerância


Como água no deserto
Procurei seu passo incerto
Pra me aproximar
A tempo
O seu código de guerra
E a certeza que te cerca
Me fazem ficar atento
Não me importa a sua crença
Eu quero a diferença
Que me faz te olhar
De frente
Pra falar de tolerância
E acabar com essa distância
Entre nós dois

Deixa eu te levar
Não há razão e nem motivo
Pra explicar
Que eu te completo
E que você vai me bastar
Tô bem certo de que você vai gostar
Você vai gostar
Como lava no oceano
Um esforço sobre-humano

Pra recomeçar
Do zero
Se pareço ainda estranho
Se não sou do seu rebanho
E ainda assim
Te quero
É que o amor é soberano
E supera todo engano
Sem jamais perder
O elo
E é por isso que te espero
E já sinto a mesma coisa em seu olhar
Deixa eu te levar
Não há razão e nem motivo
Pra explicar
Que eu te completo
E que você vai me bastar, eu sei
Tô bem certo de que você vai gostar

Você vai gostar
 
 
¬ Ana Carolina ¬


Postado por: Þarte ðe M¡m às 08h28
| envie esta mensagem



Meu eu em você...

 

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu
Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar
Quando em meus braços vc se acolheu

 

Eu sou o teu segredo mais oculto
Teu desejo mais profundo, o teu querer
Tua fome de prazer sem disfarçar
Sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar

 

Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia
Sou o teu luar em plena luz do dia
Sou tua pele, proteção, sou o teu calor
Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor

 

Eu sou tua saudade reprimida
Sou o teu sangrar ao ver minha partida
Sou o teu peito a apelar, gritar de dor
Ao se ver ainda mais distante do meu amor

 

Sou teu ego, tua alma
Sou teu céu, o teu inferno a tua calma
Eu sou teu tdo, sou teu nda
Minha pequena, és minha amada
Eu sou teu mundo, sou teu poder
Sou tua vida, sou meu eu em você!!



Postado por: Þarte ðe M¡m às 14h44
| envie esta mensagem



Luxúria - Isabella Taviani

 

Dobro os joelhos quando você me pega
Me amassa, me quebra...
Me usa demais...

 

Perco as rédeas
Quando você demora, devora, implora..
E sempre por mais...

 

Eu sou navalha cortando na carne
Eu sou a boca que a língua invade
Sou o desejo maldito e bendito
Profano e covarde...

 

Desfaça assim de mim...
Que eu gosto e desgosto, me dobro, nem lhe cobro
Rapaz!
Ordene, não peça...
Muito me interessa a sua potência...
Seu calibre, seu gás...

 

Sou o encaixe, o  lacre violado...
E tantas pernas por todos os lados
Eu sou o preço cobrado e bem pago
Eu sou um pecado capital...

 

Eu quero é derrapar nas curvas do seu corpo
Surpreender seus movimentos, virar o jogo...
Quero beber, o que dele escorre pela pele
E nunca mais esfriar...
Minha febre...



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h49
| envie esta mensagem



 

Me faz bem
Esse jeito de se enroscar,
De chegar mansinho e se aninhar,
De me fazer seu par

 

Me faz bem
Esse jeito bom de gostar,
Viajar veredas que são mistério maior
Que o fundo do mar

 

Bem...

 

Me faz bem,
Arrepio de imaginar,
Me perder no lume do teu olhar,
Respirar, tocar
O teu corpo solto no cio
Me faz bem
Ser o velho lobo do mar
Que não cansa de navegar
Pois muito tesouro existe por lá
Me faz bem teu jeito de amar
Tens mais mistérios do que o mar

 

¬ Carlos Coutinho ¬



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h41
| envie esta mensagem



 

* *
"Apenas as tuas
letras
me dão essa vontade
imortal
de te
comer
entre
aspas."



¬ Dira Vieira ¬



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h36
| envie esta mensagem



 

"...e paladar..."



Postado por: Þarte ðe M¡m às 12h36
| envie esta mensagem



 

"...me vestindo de "olfato" e " tato"  à tua espera...

demora não, tá??..."

 

¬ ( tua) Þarte ðe M¡m ¬



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h54
| envie esta mensagem



SONETO XLIV



Sabrás que no te amo y que te amo
puesto que de dos modos es la vida,
la palabra es un ala del silencio,
el fuego tiene una mitad de frío.



Yo te amo para comenzar a amarte,
para recomenzar el infinito
y para no dejar de amarte nunca:
por eso no te amo todavía.



Te amo y no te amo como si tuviera
en mis manos las llaves de la dicha
y un incierto destino desdichado.



Mi amor tiene dos vidas para armarte.
Por eso te amo cuando no te amo
y por eso te amo cuando te amo.



¬ Pablo Neruda, 1959
 ¬



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h49
| envie esta mensagem



Duas Partes

 


Dentro em mim há uma parte que te odeia,
Quando dizes que sou somente um caso.
E ignoras toda mágoa que rodeia
E a aflição que me toma o olho raso.



Mas entanto, outra parte te anseia
Incandesce-me em fogo, põe em brasa.
Me carrega em delírio, me incendeia
Quando amamos aos gritos pela casa.



Nesta angustia o meu peito se divide.
Se uma parte te diz sim, outra diz não.
Se uma parte te acalenta, outra agride..



Se uma parte te aceita, outra renega,
E a que nega deixa nítida impressão
Que querendo afastar-se ...mais se apega!



¬ Jenário de Fátima ¬



Postado por: Þarte ðe M¡m às 11h42
| envie esta mensagem



 

"...vem logo, e  "se demore" na minha pele,

não diga nada,

apenas sacie essa saudade que sinto de você..."

 

¬ Ana €!¡sa ¬

22-09-2008



Postado por: Þarte ðe M¡m às 15h34
| envie esta mensagem



 

"...adoro ouvir tua voz, quando nenhuma outra ação é mais possível
a não ser você sussurrando ..."ai"..."

 

¬ Ana €!¡sa ¬

22-09-2008



Postado por: Þarte ðe M¡m às 15h22
| envie esta mensagem


.:: Blog...Þarte ðe M¡m ::.

 





UOL


.::Sonhando::.


Þarte ðe M¡m
Ana €!¡sa

Uma parte de mim debruça na janela
Contempla as estrelas
Sonha de olhos abertos
Espera encantada a manhã chegar.

A outra parte deita na cama à tua espera...
Desmancha os lençóis
Sussurra desejos
Invade teu sono.

Uma metade de mim suspira pelos cantos...
A outra, se perde no teu corpo
Uma...se joga e enlaça tua pele...
Carente e docemente sensual
A outra...Pula no teu pescoço...
Lambe teu tórax...
Expõe as vontades.

Uma metade de mim viaja enlevada pela luz da lua
A outra, faz da lua, cúmplice dos pecados.

Parte de mim...sedutora e atrevida
Murmura vulgaridades
Se submete aos teus caprichos de amante.
A outra parte perde o sono...
Para ficar te olhando dormir.

Metade de mim fecha os olhos e sonha teus beijos
Sonha amor e paixão
A outra metade...procura tua boca
Suga tua língua
Satisfaz teu tesão.

Parte de mim...te ama
A outra parte...
Ah!! Essa te ama mais ainda.






.::Traduzir-se::.




Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta
outra parte
se espanta

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte??
será arte??





.:: Histórico ::.

10/05/2009 a 16/05/2009
03/05/2009 a 09/05/2009
26/04/2009 a 02/05/2009
19/04/2009 a 25/04/2009
01/03/2009 a 07/03/2009
22/02/2009 a 28/02/2009
15/02/2009 a 21/02/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
28/12/2008 a 03/01/2009
21/12/2008 a 27/12/2008
14/12/2008 a 20/12/2008
07/12/2008 a 13/12/2008
30/11/2008 a 06/12/2008
23/11/2008 a 29/11/2008
16/11/2008 a 22/11/2008
09/11/2008 a 15/11/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
26/10/2008 a 01/11/2008
19/10/2008 a 25/10/2008
12/10/2008 a 18/10/2008
05/10/2008 a 11/10/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
21/09/2008 a 27/09/2008
14/09/2008 a 20/09/2008
07/09/2008 a 13/09/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
24/08/2008 a 30/08/2008
17/08/2008 a 23/08/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
18/05/2008 a 24/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
20/04/2008 a 26/04/2008
06/04/2008 a 12/04/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
23/03/2008 a 29/03/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
17/02/2008 a 23/02/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
03/02/2008 a 09/02/2008
13/01/2008 a 19/01/2008
06/01/2008 a 12/01/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
28/10/2007 a 03/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
16/09/2007 a 22/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007



Não quero outro olhar
nem outra boca
muito menos outro beijo
também não quero outra mão
outra carícia
minha saudade é específica..
. quero você, meu desejo...



.:: Links de Poemas e Poesias ::.

Ana €!¡sa Poes¡as
Simplesmente Ana...
Simples Ana
Olhando Estrelas
ð¡n
Juliana Poesias
Blog de Pensamento Liberal
Pensamento Liberal


.:: Links de Músicas ::.

†Annihilator†

"Adoro aquela indecisão
deliciosa
que teu corpo fica...
no vai e vem
vem e vai
vai
vem
ai, fica..."

Ana €!¡sa





.:: Votação ::.

Dê uma nota para meu blog


...meu destino é ser tua
hoje eu sei disso...
descobri
no exato momento
do teu toque...




.:: Indicação ::.

Clique aqui para me indicar










"...ontem à noite
sonhei de corpo inteiro
– acordei com teu cheiro"

Alonso Alvarez

 



...hoje eu só precisava sentir teu hálito na minha nuca
sentir tuas mãos possessivas querendo meu corpo
tua tempestuosidade atingir minhas vontades
sentir tua boca percorrer o caminho que é teu...
pois eu sou feita de partes e cada parte de mim é feita para você...

Þarte ðe M¡m




...Você é um amor para recordar
Para reencontrar...
Em qualquer tempo
Em qualquer lugar...



.:: Meu e-mail ::.


E-mail


Imagens, textos, poemas e poesias são copiados da Net, respeitando-se os autores... Se algum texto ou imagem estiver sem e você souber a autoria, escreva e serão creditados...
Obrigada...
Þarte ðe m¡m








Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra Iiga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo.
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?

Drumond




"A mesma chama que o vento apaga
volta a se acender pela carícia do sopro suave
porque não há um orgasmo que
ponha fim ao desejo"

Bachelard




eu quero sentir o gosto dos seus lábios
e guardar o sabor desse sonho
eu quero mergulhar nos seus olhos
e beber cada gota desse olhar
eu quero sentir a sua pele
e tocar na sua alma
eu quero parar de escrever
e viver
...da...




Despe-me
ou deixa que eu me dispa
e depois veste-me
pouco a pouco
de carícias...
...ad...




''Sou mansa...
entretanto minha ânsia de viver é feroz''

Clarice Lispector



Segunda, me inflamo.
Terça, te amo..
Quarta, te vejo..
Quinta, te desejo..
Sexta, te quero..
Sábado, te espero..
Domingo, te sonho..

.......

E quando longe de ti,.
só para ti, componho..

J.G de Araújo Jorge





Por ti deixei meu reino meu segredo
Minha rápida noite meu silêncio
Minha pérola redonda e seu oriente
Meu espelho minha vida minha imagem
E abandonei os jardins do paraíso

Cá fora à luz sem véu do dia duro
Sem os espelhos vi que estava nua
E ao descampado se chamava tempo

Por isso com teus gestos me vestiste
E aprendi a viver em pleno vento

Sophia de Mello Breyner Andresen




 



..ahhh, sofreguidão que você me deixa quando me toma nos braços...
enlaça minha pele de uma maneira única...
marca e deixa vestígios imensuráveis...
aperta e prende...
abraça e beija o intimo desejo de nós dois...
e, assim lânguida me disponho em tuas mãos...
presa inconfessável nesse sonho infindo...

Þarte ðe M¡m